os cúmplices

Inês Amaral
Jaime Silva

 

os sítios
 
A Ervilha Cor de Rosa
Atrium
Do Lado de Cá
Elotopia
Esboços do dia a dia
Escrever para o boneco
Íntima Fracção
Jornalismo e Comunicação
Jornalismo Digital
Ponto Media
Retorta
Rua da Judiaria
Sílabas Abensonhadas

 

as ferramentas

homepage
adicionar favoritos
email

powered by Blogger
online

 

as memórias

 

 

 

 



29.4.06
 
Agenda - I Congreso Internacional de Nuevo Periodismo: 19 a 21 de Outubro de 2006. Valência, Espanha - XIII Jornadas Internacionales de Jóvenes Investigadores en Comunicación: 26 a 27 de Outubro de 2006. Zaragoza, Espanha Férias?...

 
Da Rússia, o eterno Milhazes. Felizmente Novo weblog do Público: Da Rússia, do jornalista José Milhazes. Na primeira oportunidade, vai direitinho para os links da coluna à esquerda.

 
Esquecimento? Não... Alguém me perguntava porque não assinalei o 25 de Abril neste weblog. Desta vez não me esqueci. Mas o cravo murchou tanto que me pareceu uma ofensa ao Dia da Liberdade... já basta AJJ a quer festejar o 24 de Abril, os deputados a fugirem de fato de banho, o substituto de Sampaio a fazer discursos de papel...


22.4.06
 
E claro Infelizmente com o campeonato voltamos a ter os habituais grunhos.

 
Finalmente O FC Porto volta a ser campeão!


19.4.06
 
Webjornal O Webjornal está temporariamente fora do ar. O regresso está previsto. Para breve, espera-se.

 
Ciberjornalismo Teaching Online Journalism (dica de Ponto Media)

 
UMinho, na net - O Jornalismo e COmunicação tem um novo layout. Este espaço transformou-se agora no weblog colectivo do projecto Mediascópio da UMinho. - Diário de Campanha: weblog da candidatura de Moisés de Lemos Martins a Reitor da Universidade do Minho. Moisés Martins é Professor Catedrático da UMinho, leccionando na área da Semiótica e com investigação neste ramo e em Sociologia da Comunicação e da Cultura. É presidente do Instituto de Ciências Sociais da UM, director da revista "Comunicação e Sociedade", dirige também o Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da universidade. Em 2005, foi eleito presidente da SOPCOM (Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação).


15.4.06
 
Esquecimentos em demasia Os últimos meses - atribulados q.b., têm provocado esquecimentos a mais. Faltou aqui assinalar a data mais importante do mês: os 22 anos da IF, comemorados a 8 de Abril. Lapso corrigido. Com um considerável atraso, é certo.


12.4.06
 
O Supremo Bofetadas e castigos como fechar crianças em quartos ou amarrá-las são normais. Sobretudo de uma educadora a crianças deficientes. E atenção: o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) diz mesmo (no acórdão) que "fechar crianças em quartos é um castigo normal de um "bom pai de família". E que as estaladas e as palmadas, se não forem dadas, até podem configurar "negligência educacional". ""Qual é o bom pai de família que, por uma ou duas vezes, não dá palmadas no rabo dum filho que se recusa ir para a escola, que não dá uma bofetada a um filho (...) ou que não manda um filho de castigo para o quarto quando ele não quer comer? Quanto às duas primeiras, pode-se mesmo dizer que a abstenção do educador constituiria, ela sim, um negligenciar educativo. Muitos menores recusam alguma vez a escola e esta tem - pela sua primacial importância - que ser imposta com alguma veemência. Claro que, se se tratar de fobia escolar reiterada, será aconselhável indagar os motivos e até o aconselhamento por profissionais. Mas, perante uma ou duas recusas, umas palmadas (sempre moderadas) no rabo fazem parte da educação", diz o acórdão do STJ. Portanto, coacção física e psicológica é totalmente aceitável. O Supremo, pelo seu lado, considerou sim que a recorrente (a arguida) é que foi a vítima neste caso porque trabalhava 16 horas por dia, 6 dias por semana e tomava conta de deficientes. Li no Público, ouvi na TSF e vi na RTP e espantei-me. Depois vi Duarte Soares, vice-presidente do STJ, prestar declarações à SIC e fiquei esclarecida. Que assustador é pensar que são pessoas destas que presidem uma instituição da importância do STJ...


5.4.06
 
...nos pés do Simão.


1.4.06
 
3 Este weblog já tem 3 anos de vida. Só hoje reparei.

 

Site Meter